Notícias » Tecnologia

 

Últimas notícias

  • Prefeito de Lençóis Paulista bate em dois carros estacionados e foge do local do acidente

    Continuar lendo
  • Após ser empurrado de altar, Padre Marcelo Rossi diz que registrou 'BO' - 'Bíblia e oração'

    Continuar lendo
  • Incêndio destrói fábrica de bordados de Itápolis

    Continuar lendo
  • Polícia investiga furto de 20 armas e 11 mil munições em loja de caça e pesca em Ribeirão Preto

    Continuar lendo
  • Depois de quase uma semana, mulher reencontra cão que perdeu após capotar carro em Rio Pardo

    Continuar lendo
  • Deinter-4 deflagra operação contra exploração sexual infantil na internet

    Continuar lendo
  • Tradicional Feira do Bordado movimenta a economia e gera emprego em Ibitinga

    Continuar lendo
  • Brasileiros descobrem artefatos humanos mais antigos fora da África

    Continuar lendo
  • Termômetros marcam 1,6ºC na região de Ribeirão Preto e geada rompe até cabos de eletricidade

    Continuar lendo
  • Tentativa de assalto a carro-forte em frente a agência bancária causa pânico em Guariba

    Continuar lendo

Facebook, Microsoft, Twitter e YouTube criam fórum mundial contra o terrorismo

face

Facebook, Microsoft, Twitter e YouTube (Google/Alphabet) criaram um “Fórum Mundial da Internet contra o Terrorismo”, em um novo passo destes gigantes das redes sociais para combater o conteúdo jihadista.

Os quatro grupos já haviam anunciado, em dezembro, uma aliança global para combater o conteúdo de caráter terrorista, incluindo a criação de uma base de dados compartilhada.

De acordo com estas empresas, “ao trabalhar juntos, compartilhando as melhores ferramentas tecnológicas e de organização, podemos ter um maior impacto contra a ameaça que representam os conteúdos terroristas online”.

Esta nova estrutura prevê colaborações com grupos da sociedade civil, instituições acadêmicas, governos e organizações como União Europeia e Nações Unidas.

As ações do Fórum se concentrarão em soluções tecnológicas para melhorar a forma de se buscar e eliminar, de maneira automática, os conteúdos não desejados, e está informação será compartilhada entre todas as empresas.

Estados Unidos, Comissão Europeia e outros governos têm apelado por uma intensificação nas redes sociais da luta contra a propaganda jihadista.

© ....:: RÁDIO FM 104 ITÁPOLIS ::.... É só sucesso!!!
BRLOGIC