Notícias » Brasil

 

Últimas notícias

  • Alunos encontram pichação racista em banheiro da Unaerp

    Continuar lendo
  • Homem é assassinado a pauladas em São Carlos e adolescente de 16 anos é suspeito do crime

    Continuar lendo
  • Cachorro agredido a pedradas em Gália tem fratura no fêmur e passará por cirurgia

    Continuar lendo
  • Tribunal de Contas encontra até cobra no meio de brinquedos durante fiscalização em creches na região

    Continuar lendo
  • Em Lins, suspeito que sofreu acidente após furtar carro diz que aprendeu 'ofício' na internet

    Continuar lendo
  • Crânio aparece em veículo nas proximidades de cemitério de Araraquara

    Continuar lendo
  • Almir Sater se apresenta em Ribeirão Preto no próximo dia 26/10

    Continuar lendo
  • Detran.SP lista dez dicas para a hora de vender ou comprar um veículo

    Continuar lendo
  • Palavra Cantada apresenta show em Ribeirão Preto

    Continuar lendo
  • Latam anuncia investimento milionário e contratação de 150 pessoas em São Carlos

    Continuar lendo

'Saía sangue pelos poros dela', diz marido de jovem que teve AVC após ser picada por cobra em MT

catiani

Catiani Maria Neves Anjos, de 25 anos, está internada (Foto: Dionízio Anjos/ Arquivo pessoal)

Uma jovem de 25 anos está internada há oito dias no Hospital Regional de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, depois de ter sido picada por uma cobra, da espécie jararaca. Catiani Maria Neves Anjos sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e está se recuperando, segundo o marido dela, Dionízio Anjos.

 

Catiani foi picada no quintal da casa dela, em uma fazenda localizada no município de Primavera do Leste, a 239 km da capital.

O marido de Catiani matou o animal e o levou ao hospital, junto com a paciente, para os médicos identificarem a espécie, o que ajuda no tratamento.

"Ela saiu de casa para trabalhar na cantina da fazenda, quando foi picada pela cobra. Ela gritou e eu fui correndo com um rodo porque já sabia o que poderia ter sido. Consegui encontrar o animal, o matei e procuramos ajuda médica", contou.

Eles foram primeiro em um hospital particular de Primavera do Leste em busca de atendimento, mas foram informados que a medicação só é disponibilizada pela rede pública de saúde e então foram até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Porém, na unidade não tinha soro antiofídico.

Por causa disso, ela foi encaminhada para Rondonópolis. Durante o trajeto, na ambulância, Catiani começou a ter reações. "Saía sangue pelos poros e unhas dela", afirmou o marido.

Ao chegar no Hospital Regional de Rondonópolis, ela tomou medicação e sofreu AVC, em seguida. Ela recebeu transfusão de sangue, foi submetida a uma cirurgia para a contenção de uma hemorragia na cabeça, e foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Nesta sexta-feira (22), ela deixou a UTI e está na enfermaria da unidade de saúde. Segundo o marido de Catiani, os médicos disseram que ela não deve ficar com sequelas.

 

Do G1

© ....:: RÁDIO FM 104 ITÁPOLIS ::.... É só sucesso!!!
BRLOGIC