Notícias » Notícias Policias

 

Últimas notícias

  • Destino de famílias que foram separadas na fronteira dos EUA ainda não está claro

    Continuar lendo
  • Thiago Silva será capitão da seleção brasileira contra Costa Rica

    Continuar lendo
  • PM e Civil deflagram operação contra o narcotráfico em Altinópolis

    Continuar lendo
  • Tia é presa acusada de esfaquear sobrinho de 1 ano e 8 meses por causa de choro

    Continuar lendo
  • "Somos o pó das nossas casas no chão", diz Luciano Chagas, líder do acampamento Novo Horizonte

    Continuar lendo
  • Prisão de pastora não foi surpresa para família de Kauã, diz avó

    Continuar lendo
  • PM abre processo contra tenente envolvido em assédio na Rússia

    Continuar lendo
  • Anitta, Simone & Simaria e Wesley Safadão são atrações do Rodeio de Sertãozinho 2018

    Continuar lendo
  • Colisão entre perua e caminhão deixa motorista ferido em rodovia de Brodowski

    Continuar lendo
  • Mulher cai sobre linha férrea e tem pernas amputadas por trem em Ribeirão Preto

    Continuar lendo

Protesto e revolta marcam velório de menina que foi espancada e estuprada em Ibitinga

ibitinga

Familiares e amigos da menina de 8 anos que morreu após ter sido estuprada e espancada em Ibitinga fizeram um protesto durante o velório. Com cartazes, eles pediam Justiça e demonstraram o apoio a família de Giovana Maria de Oliveira Ribeiro.

A comoção pela morte da menina tomou conta da população de Ibitinga, cerca de 200 pessoas se reuniram em frente ao cemitério Parque dos Colibris, onde o corpo é velado. O sentimento de todos era de indignação.

“A gente só sente a dor. Só a gente sabe, só nós sabemos a dor que estamos passando, só nós e Deus”, afirma a tia de Giovana, Luciana Ribeiro.

O principal suspeito do crime, vizinho e pai de uma amiga da vítima, está preso na cadeia de Serra Azul. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem, de 40 anos, teria achado a menina na casa em construção e avisado a mãe dela, dizendo que Giovana tinha sido atropelada.

No entanto, na delegacia ele teria apresentado versões diferentes do fato, o que teria levado a polícia a pedir a prisão temporária dele, que foi decretada na tarde de segunda-feira. Segundo a polícia, ele tem histórico de assédio sexual. Apesar da prisão do principal suspeito, o caso segue em investigação.

O corpo chegou no velório por volta das 20 horas e muitas pessoas fizeram fila para se despedir. Familiares, amigos e pessoas que se comoveram com o caso. Alguns amigos que estudavam com a Giovana pediram para os pais e fizeram questão de comparecer.

Segundo a família, foi tudo muito rápido. A Giovana tinha passado o domingo todo na casa da bisavó paterna. Cerca de uma hora depois que ela tinha ido embora, veio a notícia da tragédia.

“Meu chão caiu, não tinha mais lugar para mim. A gente fica tão mal, que só Deus para dar um conforto”, conta a bisavó, a aposentada Marlene da Silva Ribeiro.

A menina foi encontrada em uma casa em construção no bairro Santo Expedito, perto da casa onde morava com a mãe. Ela chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada à Santa Casa de Ibitinga, onde os médicos confirmaram o estupro.

Ela chegou a ser transferida para hospital de Araraquara mas não resistiu aos ferimentos. O enterro está marcado para às 16 horas no Parque dos Colibris. (G1)

© ....:: RÁDIO FM 104 ITÁPOLIS ::.... É só sucesso!!!
BRLOGIC