Notícias » Notícias Policias

 

Últimas notícias

  • Rosa conta que Valentim é o filho de Luzia e Beto

    Continuar lendo
  • Cachorra adota filhotes de gato abandonados em cemitério de Bocaina

    Continuar lendo
  • Acidente entre carro e caminhão deixa dois mortos em rodovia

    Continuar lendo
  • "Não tenho a melhor voz do mundo", diz Anitta no The Voice'

    Continuar lendo
  • Acidente deixa 1 morto e mulher ferida na Vicinal de Bueno

    Continuar lendo
  • Jovem é presa suspeita de matar amante do marido na frente dos filhos da vítima, em Goiás

    Continuar lendo
  • Mulher morre atingida por pedra durante rapel em cachoeira de Botucatu

    Continuar lendo
  • Atriz contratada por Laureta revela para Beto que ele teve um filho com Luzia: Tá vivo!

    Continuar lendo
  • Segundo Sol: Laureta revela para Karola que mandou matar Remy mesmo sabendo que ele é seu irmão

    Continuar lendo
  • Grávida é agredida a chutes e tapas pelo namorado

    Continuar lendo

Estudante de medicina é preso após filmar mulheres em hospital de Rio Preto

celular?

Um ?estudante de medicina da Famerp foi preso em flagrante pela Polícia Militar?, acusado de filmar o corpo e as partes íntimas de mulheres e alunas da faculdade que passavam próximo ao suspeito nas imediações do Hemocentro do Hospital de Base.

?O caso aconteceu nesta terça-feira (10). ?Segundo informações da polícia, umas da vítimas percebeu e denunciou o homem.

"?Diante do fato foi realizada a abordagem do indivíduo, que ainda estava com o aplicativo de vídeo aberto, sendo possível verificar as imagens recém gravadas daquela vítima e de outras não identificadas, todas realizadas na data de hoje?", disse a polícia.

Informada sobre o ocorrido, a vítima A.A.B, também estudante da FAMERP, ?quis representar contra o homem e solicitou que representantes da faculdade acompanhassem a ocorrência?.

Durante revista na casa do suspeito, a polícia encontrou cerca de 70 vídeos do mesmo cunho, além de R$ 10.750,00 e U$ 2.100,00 em dinheiro.

A quantia, segundo o estudante, são provenientes de sua estadia nos Estados Unidos e da mesada enviada pelos pais do suspeito.

?Os aparelhos eletrônicos foram levados para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), além do autor.

Representantes da faculdade informaram que o estudante foi acusado por 30 estudantes, em 2017, por ter importunado elas nas dependências da instituição, mas decidiram não denunciar os casos por medo de represálias.

Apesar das informações, a delegada plantonista registrou o caso, ouviu e liberou o homem, que vai responder pelo crime em liberdade.

TRANSTORNO

Em nota, a Famerp informou que prestou toda assistência à aluna e que tomará as medidas previstas no Regimento Interno da instituição.

"No final do ano passado, a direção recebeu relatos de alunas e recomendou que as mesmas fizessem um boletim de ocorrência a fim de iniciar uma investigação policial. No mesmo dia, a faculdade iniciou a apuração e como medida administrativa proibiu o aluno de utilizar celular dentro do campus. Ele foi encaminhado à Assistência de Apoio ao Aluno para atendimento psicológico e psiquiátrico. Na primeira sessão, admitiu o transtorno e aceitou o tratamento que segue com atendimento prestado regularmente até esta data". (SBT)

© ....:: RÁDIO FM 104 ITÁPOLIS ::.... É só sucesso!!!
BRLOGIC