Jovens cantam em frente a hospital de Lins para homenagear profissionais da saúde: ‘Momento de paz'
27/04/2020 12:35 em Notícias Região

Um grupo de fiéis da Igreja Evangélica Filadélfia se reuniu para cantar em frente a Santa Casa de Lins no sábado (25) em homenagem aos profissionais de saúde que trabalham na linha de frente para combater o coronavírus.

Os jovens foram convidados por uma enfermeira do hospital, que sentiu a necessidade de proporcionar um momento de paz aos funcionários que cuidam de pacientes com Covid-19.

Thainá Vanci, uma das cantoras do grupo, contou ao G1 que os profissionais agradeceram bastante a homenagem, que contou com músicas, orações e muita empatia.

“Eles agradeceram muito quando terminou. Falaram que realmente estavam precisando daquilo, porque o trabalho deles diante da pandemia não está sendo fácil, e a gente pôde ver na face deles o quanto eles realmente estão tensos, preocupados”, conta Thainá.

A jovem de 25 anos diz que não pensou duas vezes em aceitar o convite da enfermeira. Thainá contou que acompanhou o pai dela no tratamento contra um câncer de intestino e sempre via pessoas fazendo esses tipos de homenagem no hospital.

“Eu sempre tive vontade de fazer isso. Todas as vezes que eu ia com ele, eu via as pessoas fazendo esse trabalho e sempre tive vontade. E agora Deus deu essa oportunidade para mim e para o ministério de louvor da nossa igreja”, explica a jovem.

O grupo teve que tomar uma série de medidas para evitar a disseminação do coronavírus e fazer a ação no hospital.

O enfermeiro Braw Vanci explicou que orientou os jovens a ficarem do lado de fora da unidade, e eles não entraram nem mesmo na recepção. Além disso, os fiéis utilizaram máscaras e higienizaram os instrumentos com álcool.

Emoção

A ação emocionou os médicos, enfermeiros, colaboradores e até alguns acompanhantes que estavam no pronto-socorro. O enfermeiro Braw é primo de Thainá e explicou como foi participar da homenagem ao lado dos profissionais da saúde.

“Foi um momento mágico. Eu não trabalho final de semana, mas fui especialmente para isso. Eu pude ver no olhar dos profissionais a satisfação e como eles foram tocados por aquele momento”, lembra.

O enfermeiro contou que a Santa Casa já chegou a afastar alguns funcionários com suspeita de coronavírus e, por isso, os profissionais andam bastante apreensivos no trabalho.

“Nós estamos trabalhando sob uma pressão muito grande, então a homenagem mostrou o quanto nós somos necessários e abençoados por estarmos aqui. Eles falaram da questão de que fomos escolhidos, para termos força, foi um momento de muita reflexão.”

Para Thainá, o resultado foi satisfatório e gratificante. “A gente tinha noção da gravidade que está sendo a questão da Covid-19, mas frente a frente com os profissionais de saúde vimos o quão grave é a situação. Foi muito bom poder proporcionar um momento de paz”, completa a jovem.

G1

COMENTÁRIOS